A Etec Votuporanga

A Escola Técnica Estadual ” Frei Arnaldo Maria de Itaporanga”, criada pelo Decreto Lei Estadual n. º 52.553 de 06/11/1970, através da celebração de convênio entre a Prefeitura Municipal de Votuporanga e a Secretaria de Estado da Educação com o nome de “Colégio Técnico Agrícola de Votuporanga”, abrigando no início 540 alunos em regime de internato, para os cursos Técnico Agropecuário e Monitor Agrícola, ocupando uma área da prefeitura municipal, de 50 alqueires. Em 17/10/1978, no governo Paulo Egydio Martins a escola recebeu o nome atual ”Frei Arnaldo Maria de Itaporanga” em homenagem ao popular Frei da Ordem Franciscana, falecido prematuramente em acidente.

No ano de 1992, a secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico, passou a ser o órgão mantenedor da instituição e em 1993 passou para a coordenação e supervisão do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza – CEETEPS.
No final do ano 2000, foi proposto um acordo entre a Prefeitura Municipal, o CEETEPS e a Fundação Educacional de Votuporanga para a transferência da área já que neste momento a escola se encontrava praticamente envolta pela cidade e estávamos afetando a lei orgânica do município com as criações e culturas ali instaladas. Em 2002, o acordo foi firmado entre as partes, e a Etec passou a contar com duas unidades escrituradas dentro do município, sendo uma rural e outra urbana. No período de 2003 a 2005 ocorreram todas a tramitações necessárias a construção da nova escola na unidade I e a reforma da unidade II.

A unidade I – Rural, situada na Rodovia Péricles Belini, km 121, conta com 64,13 ha, teve em 2.006 a sua obra de construção concluída com todas as dependências necessárias ao seu funcionamento, alojamentos para alunos (16 apartamentos), 01 cozinha, 01 refeitório, 01 cooperativa escola, 01 pocilga e algumas instalações rurais para abrigar os projetos produtivos de criações e de culturas. No ano de 2009, houve uma reforma significativa no laboratório de física/química/biologia por meio de verba oriunda do CEETEPS. Em 2010 a escola conquistou junto ao CEETEPS a construção de mais alojamentos (15 apartamentos), totalizando 31 apartamentos, com capacidade para abrigar 124 alunos em sistema de internato, 01 quadra poliesportiva, 01 sala de ordenha e reforma de 01 oficina, todos em fase final de conclusão de obra, além do georreferenciamento da área. Atualmente oferece os cursos Técnicos em Agricultura (tarde), Produção de Cana de Açúcar (noite), Meio Ambiente (noite) e Ensino Médio Integrado a Produção Agropecuária (integral). A escola recebe alunos da cidade, município, região e de outros estados, como MG, MT, MS, TO, contando com 251 alunos matriculados.

A Unidade II – Urbana, localizada na Rua Ceará n.º 4.360, Bairro do Café, conta com um prédio escolar com 2.300m² de área construída, georreferenciada em 2010, 4 salas de aulas, 4 laboratórios de informática, 1 laboratório físico/químico/biológico reformado em 2009 com verba do CEETEPS, 1 biblioteca, além da parte administrativa; oferecendo os Cursos Técnicos em Administração (noite), Agrimensura (noite com aulas práticas aos sábados), Contabilidade (noite), Informática (tarde e noite), Informática para Internet (tarde e noite), Web Design (tarde) e Ensino Médio Integrado a Administração (integral), com 279 alunos matriculados. Para o 1.º semestre de 2011 teremos um total de 538 alunos nas duas Unidades.

Além da infraestrutura completa e professores capacitados, a Etec oferece cursos de alta qualidade, apresenta significativo número de parcerias/convênios junto a empresas da região, conta, ainda, com apoio de órgãos de pesquisa (APTA), universidades, prefeituras, usinas, IBM, Microsoft, COACAVO, CIEE e demais empresas de diferentes ramos da economia, possibilitando aos nossos alunos campo de realização de estágio e de ocupação de trabalho.

Portanto, a Etec Frei Arnaldo Maria de Itaporanga, localizada em Votuporanga há 40 anos, trabalha com afinco para ser um polo de referência na utilização e difusão de tecnologias, na formação de técnicos competentes, empreendedores e protagonistas da cidadania efetiva. Alcançamos hoje, uma taxa média de empregabilidade de 75,8%, índice apresentado na pesquisa do SAIE (Sistema de Acompanhamento Institucional de Egressos) do CEETEPS de 2001 a 2007, enquanto o índice nacional foi de 68% (DIEESE), para trabalhadores até 24 anos.